VALOR EXATO 07 DE MAIO

Por Núcleo de Economia da ACISC

A Liderança e a Felicidade – os desafios das escolas de negócio

Desafios gerencias para empresas de diferentes tamanho e participação no mercado requerem um bom posicionamento da liderança na administração. As escolas de negócio têm se preocupado com o desafio da felicidade na carreira, o bem-estar de seus líderes nas relações familiares e a preservação de valores para que o líder não incorra em processos judiciais.

Há diversas práticas e ensinamento nas escolas de negócio sobre o bem-estar do líder e suas relações dentro e fora das empresas. As evidências de insatisfação, baixo rendimentos, divórcios e eventos judiciais são recorrentes.

Os estudos e ensinamento sobre a qualidade dos trabalhos do líder encontra muitas referências e práticas. Reuniu-se aqui três aspectos importantes e que oferecem discernimentos sobre isso.

O primeiro aspecto, felicidade na carreira, significa que o êxito da liderança não é alcançado pela submissão ao dinheiro ou premiação. A vocação para liderar envolve a busca pelo conhecimento, a formação de equipes inovadoras, contribuição e cooperação nos trabalhos e reconhecimento. A grande motivação é o próprio desafio.

A questão dos relacionamentos pessoais é uma matéria delicada e as escolas de negócio se preocupam em desenvolver mecanismos para que o indivíduo pratique o autoconhecimento.

Para um bom desempenho profissional é importante que as relações pessoais sejam equilibradas. Um aprendizado muito difundido não é exatamente uma novidade para qualquer um de nós. Mas, organizar aspectos do conhecimento para educar pessoas para darem toda atenção ao momento presente e colocar no topo da prioridade seu interlocutor do momento é decisivo para o equilíbrio.

A administração da própria agenda e do tempo são cruciais para que o convívio familiar seja preservado. Não se trata de administrar relacionamentos, mas garantir que sejam preservados das agendas de trabalho.

Finalmente, a questão judicial. As escolas de negócio formam pessoas que atuam em grandes corporações e estabelecem contratos com empresas e Governos. Existem assédios morais reconhecidos e que podem implicar em processos judiciais e prisões.

Há relatos de líderes formados em universidades internacionais, de grande tradição, que tiveram colegas das mesmas universidades incriminados e presos. No Brasil recente, há certificações para gestão antissuborno e programa de integridade.

O equilíbrio emocional e a saúde plena são pré-condições para a liderança e dos convívios dentro e fora das organizações.

 

Cadastre seu e-mail

E receba novidades exclusivas

Dúvidas?