ACISC

Certificado Digital

 

Câmara Brasil-China promove workshop na ACISC

 
24/03/2012
 

Foi realizado no Palácio do Comércio Miguel Damha, na noite de quinta-feira (22), o Workshop "Oportunidades de Negócios na China para o Empresário Brasileiro", promovido pela Associação Comercial e Industrial de São Carlos (ACISC), com apoio da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China (CCIBC).

Com a participação de empresários e estudantes, o evento foi proferido por Alexandre Karabolad, gerente geral do escritório paulista da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China. Na ocasião, foi apresentado um comparativo das economia do Brasil e da China, ameaças sofridas pela China, oportunidades de negócios, a importância da Feira de Cantão e dicas culturais. Além disso, os participantes puderam esclarecer dúvidas, conhecer um pouco mais sobre a cultura comercial com o gigante asiático e as principais ações da Câmara de Comércio.

De acordo com Alexandre, a China é a segunda maior economia mundial e passa por um processo de transformação, que vem surpreendendo e redefinindo o planeta. "Com um vigoroso crescimento econômico, ano após ano, e investimentos cada vez maiores, a China torna-se imprescindível para a estratégia de qualquer empresa", opinou.

O gerente afirmou que atualmente, as fábricas chinesas oferecem qualidade, preço, tecnologia e escala, o que torna seus produtos altamente competitivos, atendendo os mais sofisticados níveis de exigências e fornecendo para diversos países do mundo inteiro. "O referido país possui o maior mercado consumidor do planeta, que abrange mais de 500 milhões de clientes potenciais. Com isso, alcançou o posto de principal parceiro comercial para vários países, inclusive o Brasil", disse.

Ele também fez questão de ressaltar que, segundo projeções, a China será a maior economia mundial em 2030, tendo como base seu acelerado e sustentado crescimento econômico, alto nível de investimentos e dinamismo de suas empresas. "Três fatores são primordiais para quem quer fazer bons negócios com a China: o primeiro passo é visitar a China, depois recorrer ajuda de quem a conhece e por fim, se preparar", finalizou Alexandre Karabolad.

A Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China oferece esse suporte total, através das missões comerciais de forma dirigida, consultoria, pesquisas de idoneidade de empresas e de fornecedores chineses. Mais informações podem ser obtidas no site: www.ccibc.com.


Alexandre Karabolad faz um comparativo das economia do Brasil e da China

Certificado Digital

 

Portal Educação