ACISC

Certificado Digital

 

BC acusa aumento da inadimplência

 
15/01/2007
 

Inadimplência

Fonte: INVERTIA


A inadimplência do consumidor acima de 90 dias correspondia a 7,7% dos créditos a receber em novembro, segundo o Banco Central (BC). O valor é o maior desde agosto de 2003. Se o índice de novembro tiver se repetido em dezembro, terá atingido o maior nível de inadimplência para o mês desde 2002.

De acordo com o jornal Estado de S. Paulo, o crédito fácil, endividamento alto, prazos mais longos dos financiamentos e reajuste de despesas como matrículas escolares, condomínios e impostos ajudaram para manter o calote em um nível alto.
"A inadimplência deve se manter alta por um período mais longo neste ano", disse o vice-presidente da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), Miguel Ribeiro de Oliveira.
Para Carlos Henrique de Almeida, assessor econômico da Serasa, empresa especializada em informações financeiras, o primeiro semestre de 2007 vai registrar inadimplência superior ante o mesmo período do ano passado por causa da expansão do crédito de quase 24% até novembro e dos juros ainda elevados, apesar da trajetória de desaceleração.
O indicador de inadimplência do consumidor apurado pela Serasa fechou 2006 com alta de 10,3% ante 2005. No ano anterior, o acréscimo havia sido maior, de 13,5% ante 2004.
Certificado Digital

 

Portal Educação