Valor Exato: Comportamento Empresarial e Empreendedor

Na Biologia, por definição, o ecossistema compreende comunidades que interagem, tanto entre si quanto com o meio em que vivem, e criam as condições de sobrevivência autossuficiente. Aos negócios, o conceito da biologia não é exatamente o mesmo, como nós frisamos naquela oportunidade.

Uma das razões se deve a natureza do espírito empresarial, que de muitas formas, é imprevisível, tal qual o seu comportamento. Essa é uma distinção importante que muitos empresários do comércio, indústria e serviços precisam entender. 

No desenvolvimento de uma ideia, o comportamento empreendedor cria formas para materializar a existência de uma atividade com CNPJ. Livre de concepções sistêmicas, o empreendedor estabelece relacionamentos virtuosos para erguer o negócio. A seleção de seus vínculos empresariais é criteriosa, apurada e com elevado interesse de sucesso.

Nesse processo de amadurecimento, os erros cometidos ou obstáculos têm menos valor e consequências do que seus acertos, devido ao próprio espírito empreendedor.

Uma vez instituído o negócio, o comportamento empresarial passa a dominar o comportamento empreendedor, muito embora isso não seja uma regra. Contudo, as obrigações ou compromissos contratuais reduzem a disposição de correr riscos e faz surgir outras qualidades necessárias ao desenvolvimento do seu negócio.

O comportamento empresarial então é dedicado a desenvolver estruturas internas de funcionamento da empresa. Mas os vínculos contratuais com sua equipe não asseguram naturalmente um comportamento empresarial desejado. Por isso é tão importante distinguir o comportamento empreendedor, que varia de intensidade ao longo do ciclo de vida de uma empresa, do comportamento empresarial.

Esse comportamento empresarial pode ganhar maior expressão a partir da formação do ecossistema gerencial. Com isso há maiores chances de a gestão ter sintonia com as metas e objetivos empresarias, que por sua vez, são definidas pelo empresário (líder) ou então por ele junto aos seus Diretores (em geral nas empresas de médio e grande porte).

No comportamento empresarial a diretriz passa a ser a rentabilidade dos ativos, a participação no mercado e a gestão dos passivos. Isso é conseguido com uma avaliação periódica da organização interna e da coerência do comportamento da equipe frente ao mercado. 


Sobre o Núcleo de Economia ACISC
Núcleo de Economia da ACISC foi elaborado em convênio com o Núcleo de Conjuntura, Finanças e Empreendedorismo do Departamento de Economia da UNESP Araraquara, sob a coordenação do Prof. Dr. Elton Eustáquio Casagrande e supervisão do Presidente da ACISC José Fernando Domingues.

Cadastre seu e-mail

E receba novidades exclusivas

Dúvidas?