VALOR EXATO – 22 de abril

Por: Núcleo de Economia da ACISC

O Conceito de Valor Presente para Decisão de Investimento

A seção do valor exato de 22 de abril apresenta o conceito de Valor Presente Líquido, um conceito básico de finanças. O valor presente líquido representa o incremento de riqueza que se origina pelo ato de um investimento.

É um conceito importante por considerar o valor do dinheiro que é empregado na forma de riqueza no tempo. A forma monetária é uma expressão transitória de ativos, bens de consumo ou então de custos e despesas.

Sobre a forma monetária de bens reais ou de riquezas é importante explicar um pouco mais. A existência de uma massa monetária representa rendimentos ou poupança acumulada ao longo do tempo pelos agentes econômicos. Quando um indivíduo dispõe de alguma liquidez, se decide investir em ativos financeiros, então ocorre uma troca entre moeda e títulos.

Se uma empresa decide trocar suas disponibilidades monetárias por itens que são classificados no ativo permanente (do Balanço Patrimonial), como participações em empresas ou então aquisição de ativos fixo (ativo imobilizado no Balanço Patrimonial), ocorre investimentos em ativos reais.

Outra forma de transição representa o total de rendimentos que pessoas e empresas possuem e que são utilizados para liquidar dívidas. Neste caso, há uma troca de “mãos” da soma monetária envolvida.

Todas essas decisões são pautadas pelos valores esperados. Trocar liquidez por ativos, sejam eles moeda estrangeira, ativos financeiros ou ativos permanentes, se baseia no valor esperado. A lógica do investimento é acrescentar valor ao investimento inicial. Nessa lógica, o poder de compra de uma massa monetária futura deve render um certo incremento esperado.

A Tabela 1 ilustra essa decisão.

O investimento realizado na ilustração acima foi de R$250,00. Esse investimento, de características produtivas, gerou fluxos de R$100,00 ao ano. A taxa de juro, ou seja, de desconto anual é de 10%. Essa taxa representa, por exemplo, a taxa de juros de mercado que um indivíduo poderia aplicar, incluindo a inflação.

O fluxo gerado pelo investimento deve proporcionar em termos líquidos um valor positivo. Do contrário, o investimento de R$250,00 não está acrescentando nada para o indivíduo ou empresa.

O que se aprende com essa singela ilustração é que todo investimento realizado proporciona rendimentos nominais; esses rendimentos devem ser descontados à uma taxa de juros; o resultado deve ser positivo para justificar a escolha do ativo em questão.

As fórmulas permitem a replicação do exercício!

 

 

Cadastre seu e-mail

E receba novidades exclusivas

Dúvidas?