São Carlos e região continuam na Fase Amarela do Plano SP

O governador João Doria anunciou na tarde desta sexta-feira, 31, a nona atualização do Plano SP, durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, que avalia o número de casos, expansão da pandemia, número de óbitos e a taxa de internações de cada região.

São Carlos e toda a região central continuam na Fase Amarela. A mudança na classificação foi anunciada no dia 24 de julho. “Toda a nossa região passou para uma maior liberação de atividades comerciais e serviços não essenciais, além do aumento da capacidade limitada para 40% e também do horário para 6h seguidas”, lembra José Fernando Domingues, presidente da ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos).

Com o anúncio, as atividades comerciais não essenciais continuarão funcionando de segunda a sábado, das 10h às 16h. Desde a última segunda-feira, 27, além das atividades comerciais e serviços não essenciais que já estavam autorizados a realizar atendimentos presenciais na Fase Laranja, restaurantes, bares e similares, bem como, salões de beleza e estética e as academias, puderam retomar os atendimentos, respeitando as recomendações de segurança e adotando os protocolos padrões e setoriais específicos.

Zelão ressalta que a atenção deve continuar semana a semana, para que a região possa seguir avançando no Plano SP. “Não podemos descuidar. Se continuarmos atentos e respeitando as medidas de distanciamento social e os protocolos sanitários, a gente vai seguir melhorando a nossa classificação e aumentando a flexibilização das nossas atividades comerciais”, enfatizou.

“As normas sanitárias são as mesmas para todos os segmentos: disponibilizar higienização para funcionários e consumidores com álcool gel 70% em pontos estratégicos; os funcionários devem utilizar máscaras durante toda a jornada de trabalho, assim como os consumidores; o acesso e o número de pessoas nos estabelecimentos devem ser controlados; manter todas as áreas ventiladas; e a fila deve ter distanciamento de 2 metros entre as pessoas”, orienta o presidente da ACISC.

 

Cadastre seu e-mail

E receba novidades exclusivas

Dúvidas?