O Mercado de Trabalho de São Carlos – janeiro de 2022

Por Núcleo de Economia da ACISC

2022 O ANO DO RECOMEÇO

O Mercado de Trabalho de São Carlos – janeiro de 2022

O comportamento dos vínculos empregatícios no primeiro mês de 2022 foi positivo em 155.178 novos contratos para o Brasil. Em janeiro de 2020, o saldo foi positivo em 111.973 e no mesmo mês do ano passado o saldo atingiu 254.323 novos contratos.

No território nacional, o setor de serviços foi o maior contratante, com 102.026 novos contratos, seguido da indústria com 51.419 novos vínculos, a construção civil com 36.809, agropecuária com 25.015 e o comércio com retração de 60.088 postos.

Segundo a Pesquisa Mensal do Comércio do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE do mês de janeiro deste ano, as vendas físicas no comércio recuaram -1,5% em relação a janeiro de 2021 e -0,3 em relação ao mês de dezembro de 2021. As reduções porcentuais fizeram com que as empresas do setor reduzissem o estoque de trabalhadores.

As regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste registraram as maiores expansões dos vínculos de trabalho. As regiões Norte e Nordeste ampliaram em pouco mais de 8.100 postos de trabalho no conjunto de seus estados.

A taxa de desocupação para o Brasil, também no início do ano foi menor do que períodos anteriores. A taxa de 11,2% (trimestre de novembro/21 a janeiro/22 demonstra recuperação do emprego nas regiões do Brasil.

As estatísticas do IBGE de novembro do ano passado até janeiro deste ano demonstram também que, além do desemprego ter diminuído, a população fora da força de trabalho também caiu, ou seja, mais pessoas voltaram ao mercado de trabalho.

Um aspecto importante da pesquisa do IBGE - 

(https://ftp.ibge.gov.br/Trabalho_e_Rendimento/Pesquisa_Nacional_por_Amostra

_de_Domicilios_continua/Mensal/Quadro_Sintetico/2022/pnadc_

202201_quadroSintetico.pdf) é o crescimento do número de empregadores, que voltou a crescer.

O Estado de São Paulo criou em janeiro deste ano 48.355 postos de trabalho; em janeiro de 2020 o saldo de emprego havia crescido em 38.884; em janeiro do ano passado o Estado paulista criou 74.833 novos postos de trabalho.

A exemplo do que aconteceu no Brasil, o Estado de São Paulo registrou um saldo positivo maior do que em janeiro de 2020 e menor do que janeiro de 2021. Isso demanda atenção para o comportamento da economia a partir deste mês de março.

Na cidade de São Carlos o saldo do emprego foi positivo em 927 postos de trabalho. O maior saldo foi registrado no setor de serviços (+444), a exemplo do que aconteceu no Brasil; a indústria apresentou crescimento de (+254), a construção civil (+129), comércio (+66) e agropecuária (+34).

O trabalho temporário representou 20% do total de 927 postos. Em termos nominais, o trabalho temporário atingiu 189 postos. No mês de janeiro de 2021 o trabalho temporário atingiu 27% do total da criação de emprego do mês, ou seja, 711 postos. Em 2020 o total de empregos criados na cidade havia sido 365 postos, sendo 78 temporários, ou seja, 21% do total do saldo criado.

Dessa forma, a cidade de São Carlos começou o ano com um saldo maior do que o mês de janeiro de 2020 e 2021. O saldo deste ano é quase três vezes o saldo de janeiro de 2020 e 30% maior do que janeiro de 2021.

Em suma, o emprego formal na cidade de São Carlos teve melhor desempenho do que o Estado Paulista e o Brasil.

 

 

 

Cadastre seu e-mail

E receba novidades exclusivas

Dúvidas?