O Comportamento dos pedidos de seguro-desemprego

Por Núcleo de Economia da ACISC

INFORMATIVO ECONÔMICO ACISC – 11 de fevereiro de 2022

O Comportamento dos Pedidos de Seguro-Desemprego

Ao longo do ano de 2021 ocorreram no mercado de trabalho brasileiro 6.087.576 solicitações de Pedidos de Seguro Desemprego. No ano de 2021 verificou-se uma redução de 10,3% no número total de requerimentos do acumulado do ano de 2020 para o acumulado do ano de 2021. É um fato importante para o conjunto da economia brasileira.

No Estado de São Paulo foram registradas 1.721.667 solicitações de Pedidos de Seguro-Desemprego, o que correspondeu a 28% dos pedidos nacionais. O estoque de trabalhadores com vínculos formais do Estado de São Paulo correspondeu a 31% do total do Brasil.

Na Tabela 1 apresenta-se um resumo para o Brasil, Estado de São Paulo e a cidade de São Carlos dos Pedidos de Seguro, Estoque Médio de Vínculos Formais e % relativo para as três regiões selecionadas.

Considerado os números da Tabela 1, a referência para comparação é a média do que ocorre no País. Logo, tanto o Estado de São Paulo quanto a cidade de São Carlos apresentaram taxas menores de pedidos de Seguro-Desemprego com relação ao estoque médio de vínculos formais.

Com relação a dezembro de 2021, é sabido que ocorre uma retração do estoque de trabalhadores historicamente na grande maioria das cidades brasileiras. A redução se deve aos ajustes do trabalho temporário e permanente. Com isso, as solicitações de Seguro-Desemprego têm comportamento diferente no mês e nos meses seguintes, como janeiro do ano seguinte.

Em termos comparativos, em dezembro de 2021, as três Unidades da Federação com maior número total de requerimentos foram São Paulo (132.305), Minas Gerais (58.476) e Paraná (31.345). As três UFs com maior proporção de requerimentos via Web em dezembro de 2021 foram Acre (91,2%), Amazonas (85,9%) e Tocantins (83,8%). As três UFs com menor proporção de requerimentos via Web em dezembro de 2021 foram Rio Grande do Sul (47,7%), Mato Grosso do Sul (48,4%) e Paraíba (51,9%).

Em São Carlos, do total de 8.945 solicitações, 5.426 ocorreram via Web, o que correspondeu a 60,7% do total. Esse porcentual é uma evidência da importância digital no atendimento do trabalhador.

Quanto ao mês de dezembro na cidade de São Carlos, ocorreram 724 solicitações de Pedidos de Seguro-Desemprego. O número é próximo a média mensal de pedidos registrada ao longo de 2021.

Ao manter a evolução do quadro da economia da cidade segundo os indicadores do CAGED, Pedidos de Seguro-Desemprego, Valor Adicionado Municipal e criação de novas empresas, é esperado um melhor desempenho das vendas do comércio varejista no primeiro semestre, comparado ao ano de 2020.

 

Cadastre seu e-mail

E receba novidades exclusivas

Dúvidas?