INFORMATIVO ECONÔMICO – dezembro de 2020

Produção e Oferta – elementos decisivos da organização econômica

 

A produção econômica reúne três dimensões para gerar bens e serviços e, portanto, renda para uma economia: 1) Mercado – demanda; 2) Engenharia – produtiva; 3) Administrativa – gerencial.

Essas dimensões combinadas permitem que a produção física ocorra. A tipologia de empresa, se pequena, média ou grande, importa em termos de complexidade, mas independente do tamanho da empresa essas três dimensões conseguem expressar o problema econômico da oferta, ou seja, de colocar produto e serviços no mercado.

Sob o efeito da pandemia os aspectos gerenciais produtivos e administrativo predominaram nas preocupações dos empregadores, sejam eles da indústria, do comércio ou dos serviços. A análise econômica se “debruça” invariavelmente sobre esses elementos constitutivos de mercado.

Em termos esquemáticos apresenta-se a Figura 1 abaixo, com as três dimensões que definem a oferta agregada da economia.

 

FIGURA 1 – Modelo de Produção – dimensões da oferta agregada

Elaboração do autor.

 

A organização dessas dimensões tornou o planejamento estratégico e administrativo predominante para previsão do comportamento da demanda. Além disso, a administração gerencial foi essencial para internalizar as normas sanitárias dentro do processo produtivo e organizar as expedições de mercadorias. Suportar a recessão foi uma tarefa difícil e neste momento, essa dimensão empresarial enfrenta uma discreta retomada da atividade econômica.

Tal recuperação está ocorrendo tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil.

Nas Américas duas informações sobre a produção, em particular, a industrial se mostra relevante. A produção industrial aumentou 0,4 por cento em novembro nos Estados Unidos. Depois de cair 16,5% entre fevereiro e abril, o nível do índice subiu para cerca de 5% abaixo de sua leitura pré-pandemia (fevereiro). Em novembro, a produção industrial avançou 0,8 por cento pelo sétimo ganho mensal consecutivo. Um aumento de 5,3% para veículos motorizados e peças contribuiu significativamente para o ganho na produção da fábrica; excluindo veículos motorizados e peças, a produção industrial aumentou 0,4%. A produção dos serviços públicos diminuiu 4,3%, à medida que as temperaturas mais altas que o normal reduziram a demanda por aquecimento. A produção de mineração aumentou 2,3 ​​por cento depois de diminuir 0,7 por cento em outubro.

No Brasil, segundo o IBGE, a produção física industrial nacional aumentou 1,1% no mês de outubro. A indústria extrativa recuou -2,4%, mas a indústria de transformação cresceu 1,2%. O preços dos alimentos fez a produção recuar -2,8% em outubro. O segmento de impressão e reprodução de gravações cresceu 18,9% o que retrata o esforço mercadológico de comunicar produtos e serviços para consumidores.

A produção de couro, artigos para viagens e calçados cresceu 5,7%; acessórios e vestuários 5,0%; veículos, reboques e carrocerias 4,7%; e produtos farmoquímicos e farmacêuticos 4,5% e, finalmente, metalurgia 3,1%.

O Estado de São Paulo expandiu a produção industrial em 0,5%. Paraná liderou o crescimento entre os Estados com 3,4%; Pernanbucou expandiu 2,9% e Santa Catarina 2,8% e Mato Grosso 1,1%. Ao lado do Estado de São Paulo, Minas Gerais e Ceará cresceram 0,4 e 0,5%.

O Setor Comercial no Brasil expandiu as vendas físicas em 8,3% com relação ao outubro de 2019 e 0,9% em relação a setembro de 2020. Isso demonstra que a economia foi aquecida em outubro com consequências positivas para novembro.

O setor de serviços aumentou em 2,4% sua produção com relação a setembro de 2020. As atividades turísticas no Brasil cresceram 7,1% em relação ao mês de setembro do ano corrente, mas o setor turístico produziu  menos -33,5% do que no mesmo mês de 2019.

As expectativas para dezembro são modestas, mas no conjunto positivas para o comércio. A gestão das empresas com base na Figura 2 é mais importante do que o volume de vendas, porque é através da gestão que se elabora a condição de equilítico financeiro.

A matéria desta semana no Valor Exato (vídeo e texto) no Site da ACISC procurou também oferecer um suporte às decisões empresariais para este final de ano. A gestão empresarial ganha ainda mais relevância no final de ano.

Cadastre seu e-mail

E receba novidades exclusivas

Dúvidas?