INFORMATIVO ECONÔMICO ACISC Nº 26

O conceito de mercado de trabalho em Ciências Econômicas é formado pelas unidades produtivas que demandam emprego, que são denominadas de firmas e pelos ofertantes de trabalho (trabalhadores). Em cada atividade predomina um contexto para a determinação de preços, salários e ajustamentos quando ocorrem flutuações, crises ou choques econômicos. Em cada subsetor também existe graus de concorrências diferenciados e os  movimentos de venda ou faturamento dependem do comportamento de consumidores em cada subsetor, do movimento maior do quadro econômico e da interação entre os participantes dos setores produtivos.

Com a finalidade de apresentar uma perspectiva recente da economia da cidade de São Carlos, organizamos a Tabela 1 com os subsetores produtivos.   Selecionamos três meses do ano de 2019, janeiro, junho e o mais recente setembro para demonstrar o comportamento do emprego. O leitor ao identificar o subsetor em que seu negócio estaria inserido, consegue comparar como sua atividade se comportou. Dessa maneira, o empresário tem elementos para avaliar melhor se os acontecimentos que influenciaram seu negócio também tiveram efeitos nos demais.

Os efeitos quando denominados de macroeconômicos se referem as taxas de inflação, cambio, juros etc. Os efeitos quando denominados de microeconômicos se referem, por exemplo, a concorrência, mark-up, salários setoriais. A interação desses efeitos produzirá maior ou menor influência, segundo a organização, produtividade, capacidade econômica e financeira das firmas pertencentes a cada um dos subsetores.

Como regra geral, as empresas devem se preocupar com a eficiência e eficácia de sua produção ou comercialização e com uma medida de produtividade. É a produtividade no longo prazo que determinará a qualidade dos negócios e sua capacidade de sustentabilidade, quando o mercado apresenta redução da atividade econômica ou aumento. Em ambos os casos a melhor resposta da firma dependerá desse conceito que requer combinações apropriadas de recursos, trabalho humano e ativos imobilizados administrados com competência.

Tabela 1 – Subsetores Produtivos de São Carlos

Fonte: RAIS/CAGED – Ministério do Trabalho. Elaboração Própria. Nota: o setor 12 – indústria de calçados não apresenta registro de emprego e por isso foi retirado.

Cadastre seu e-mail

E receba novidades exclusivas

Dúvidas?