ACISC parabeniza mulheres pelo Dia Internacional da Mulher

                   

A Associação Comercial e Industrial de São Carlos (ACISC) parabeniza todas as são-carlenses pelo Dia Internacional da Mulher, comemorado nesta sexta-feira (8). 

O presidente da associação, José Fernando Domingues, enaltece o papel importante que a mulher possui na sociedade, principalmente no setor de empreendedorismo, onde elas têm aumentado sua representatividade, contribuindo para o desenvolvimento do município.

“Nós vemos a tamanha capacidade de todas e temos que valorizá-las. Elas têm ganhado muito espaço em tudo que fazem, e isso é interessante pois vemos o crescimento e a liderança que elas possuem”, disse o presidente. 

                   

Em números

De acordo com o levantamento do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), no estado de São Paulo, cerca de 47% dos novos negócios abertos foi fundado por mulheres. 

“Temos que parabenizá-las e incentivar que esse processo de inserção no empreendedorismo continue. É muito prazeroso para nós, da ACISC, perceber que o ramo da economia está sendo dominado pelas mulheres, e nós as felicitamos por isso”, disse o presidente. 


                           
 
Conheça a história do Dia Internacional da Mulher

No dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova York, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.

A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, nesse ato totalmente desumano. Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem às mulheres que morreram na fábrica em 1857. No ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Ao ser criada esta data, não se pretendia apenas comemorar. Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões, visando discutir o papel da mulher na sociedade atual. O esforço é para tentar diminuir e, quem sabe um dia terminar, com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, elas ainda sofrem, em muitos locais, com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, mas muito ainda há para ser modificado nesta história.

Cadastre seu e-mail

E receba novidades exclusivas

Dúvidas?