ACISC

Banco de Curriculos

 

Núcleo de Economia ACISC divulga panorama empresarial do município

 
07/07/2016
 

São Carlos conta com 25.117 Micro ou Pequenas Empresas (MPEs) ativas em 2016, segundo Empresômetro-MPE.


INFORMATIVO ECONÔMICO ACISC
Ano 0, N.5 , Julho de 2016
 
Micro e Pequenas Empresas em São Carlos
 
Igor Theodoro – discente do Curso de Ciências Econômicas
Elton Eustáquio Casagrande – Prof. Dr. Coordenador do Convênio
 
O Empresômetro-MPE, ferramenta do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) que contabiliza a abertura e fechamento das pequenas empresas em todo o Brasil, mostra que São Carlos conta com 25.117 Micro ou Pequenas Empresas (MPEs) ativas em 2016. As Microempresas são aquelas com receita bruta anual igual ou inferior a R$360.000,00 e as empresas de Pequeno Porte aquelas com receita bruta anual superior a R$360.000,00 e igual ou inferior a R$3.600.000,00.
 
Esse número significa 91,2% do total de empresas da cidade e compreende os seguintes tipos jurídicos: Sociedade Anônima, Sociedade Empresária Limitada, Empresas Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI), Micro Empreendedor Individual (MEI), Empresário Individual, Sociedade Simples, Cooperativa, Consórcio, Sociedade em Comandita e Sociedade Estrangeira que se encontram em atividade na cidade.
 
O principal grupo de atividade econômica das MPEs em São Carlos é o “comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas”, representando 43% (10.816) do total das MPEs do município. Esse grupo compreende as atividades de compra e venda de mercadorias (varejo e atacado) e também a manutenção e reparação de veículos automotores. O gráfico abaixo mostra o número de Micro e Pequenas Empresas ativas em São Carlos divididas por grupos de atividade econômica, de acordo com a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE).
 
Em 2015 havia 24.323 Micro e Pequenas Empresas ativas em São Carlos. Na comparação com o ano atual, até junho, verifica-se o aumento no número de MPEs ativas na cidade. Uma possível explicação para esse aumento no número de empresas, mesmo em meio à crise econômica que o país vem enfrentando, é a abertura do próprio negócio como alternativa para aqueles que perderam seu emprego.
 
Outra possibilidade é o aumento no número de autônomos que antes trabalhavam na informalidade e agora têm sua atividade devidamente registrada, por meio do Micro Empreendedor Individual (MEI).
 
Ainda em 2015, 984 empresas foram fechadas. Até junho de 2016, cerca de 280 empresas encerraram suas atividades. Porém, apesar dos encerramentos contabilizados durante o ano de 2015 e o primeiro semestre de 2016, a quantidade de MPEs no município continuou crescendo até o nível que se encontra hoje. A evolução do número de MPEs ativas e o número de MPEs fechadas por ano podem ser visualizados nos gráficos abaixo. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 

 

 

Certificado Digital

 

Portal Educação