ACISC

Banco de Curriculos

 

Comércio lidera recuperação entre MPEs

 
13/02/2008
 

Após vários meses de fraco desempenho, o setor de serviços também apresentou expansão de faturamento e pessoal ocupado, na comparação de 12 meses

12/2/2008 - O comércio foi o setor que liderou a recuperação das micro e pequenas empresas em 2007. Com aumento de 8,6% no faturamento em relação ao ano anterior, puxado pelo varejo de alimentos e vestuário, o setor fechou o ano com expansão bem à frente da indústria (+1,7%), enquanto o setor de serviços registrou queda acumulada de 3% no faturamento.

Apesar do fraco desempenho das micro e pequenas empresas de serviços no acumulado do ano, o setor apresentou indícios de melhora no último mês de 2007. Na comparação de dezembro de 2007 com o mês anterior, houve uma recuperação de 3,3% no faturamento e 2,5% no pessoal ocupado.

Esse crescimento foi concentrado principalmente nas atividades prestadas ao consumidor final, como a de lanchonetes, restaurantes, hotéis e cabeleireiros.

Em dezembro de 2007, estima-se que as MPEs do Estado de São Paulo tenham atingido um total de 5,6 milhões de postos de trabalho, em que se incluem ocupações de sócios-proprietários e familiares, além de empregados.

O maior nível de vendas em 2007 e o repasse das comissões às equipes concentrada no final do ano explicam esses resultados, acredita Marco Aurélio Bedê, gerente do Observatório das MPEs do Sebrae-SP.

Esses resultados estão entre as principais conclusões do balanço anual da pesquisa Indicadores Sebrae-SP, realizada mensalmente junto a 2,7 mil micro e pequenas empresas do comércio, indústria de transformação e prestadoras de serviços. O estudo traz resultados de cinco indicadores: faturamento real, nível de pessoal ocupado, gastos com salários, rendimento médio dos empregados e expectativas dos pequenos empresários.

A amostra da pesquisa é representativa das mais de 1,3 milhão de MPEs da indústria de transformação (11%), comércio (57%) e serviços (32%). Elas representam 98% das empresas formais e ocupam cerca de 67% da mão-de-obra do setor privado, em todo o Estado de São Paulo.

A pesquisa monitora o desempenho das MPEs em todo o Estado e apresenta dados para quatro regiões: capital (cidade de São Paulo), Grande ABC, Região Metropolitana de São Paulo (39 municípios) e interior.

O estudo completo está disponível em www.sebraesp.com.br, clicando em "Conhecendo a MPE", seção "Indicadores".

Certificado Digital

 

Portal Educação